ter

Diz o poeta que "a ironia é desejar e nunca ter".
Mas se o desejo está ali, sentado e bem acomodado significa que o ter está próximo, não?
Nem sempre, quase nunca.
O ter é quase utopia, lenda urbana.
E como explicar o fato daqueles que tem muito ou tudo?
Apenas pensam que tem, mas na verdade são vazios e ocos.
Como aquela tal cabeça.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

On the road – Furnas/ Capitólio

On the road - Rock in Rio 2017

On the road - Bahia (Praia do Forte) - Parte 3