no escuro

Mais uma vez me vi ali.
Parada, em pé, no escuro.
No escuro onde ninguém me vê.
E onde vejo tudo um pouco mais claro.
Seria culpa dos raios desta noite chuvosa?
Nesta história não existe culpado, nem tente procurar.
Pensando, olhando pela janela.
As luzes, poucos carros, muitas estrelas e apenas uma lua.
Possibilidades, recordações, sonhos e...
Fatos concretos que não cabem na palma da mão.
È bom estar ali de novo e ter a certeza de que tudo será diferente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

On the road – Furnas/ Capitólio

On the road - Rock in Rio 2017

On the road - Bahia (Praia do Forte) - Parte 3