3 meses!

Quem acompanha meus posts em blogs, fotologs, twitter ou qualquer outra ferramenta sabe que nunca fui de falar de garotos ou relacionamentos. Nunca disse que era uma regra, mas chegou a hora da exceção.

Há exatos 3 meses neste exato momento eu ainda não tinha noção do papel que uma pessoa que eu conhecera há algumas horas iria exercer na minha vida.

Não achava que aquele garoto sem muitas palavras iria querer dedicar tempo algum a garota que esbanjava expressões desconhecidas, parecendo até filha de outra civilização.

Confesso que pensei que não duraria tanto tempo, mesmo porque eu nem era tão levada a sério. Porém, preciso me contradizer: eu não era levada a sério, mas ao completar um mês ele que sugeriu a comemoração das bodas. E assim nasceu o hábito de comemorar cada mês “juntos”. Mesmo assim não pensei que em poucos meses ele tomaria conta dos meus pensamentos, antecederia meu sono, roubaria meu coração.

Mas agora penso: difícil seria não me apaixonar por você, um garoto tão cheio de qualidades que até parece de mentira. E eu sinto que é tudo de verdade, que a tal conexão realmente existe assim como o destino que misteriosamente cruzou os dois caminhos. Sinto que o “eu te espero” tem várias interpretações que vão além do “aguarde um momento”. Sinto que você também sente tudo isso com uma certeza que muitas vezes incomoda.

Feliz por ter você. Feliz por mais um mês. Feliz porque espero que todas as outras bodas sejam comemoradas só com você. Te adoro Celo... muito, de verdade, demais... e você sabe disso mais que qualquer um neste mundo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

On the road – Furnas/ Capitólio

On the road - Rock in Rio 2017

On the road - Bahia (Praia do Forte) - Parte 3