Je suis fatigué

Pois é... chega uma hora que a gente simplesmente esquece o sentido de certas coisas.
A gente simplesmente esquece de se preocupar com detalhes ou etiquetas.
A gente simplesmente faz porque quer, nem que seja simplesmente por fazer.
Para que se preocupar com sonhos se podemos simplesmente... viver?
Planos? Objetivos? Esquemas táticos? Para que?
Para ver que será necessária uma manobra arriscada e radical buscando o sucesso do final já pensado?

Poisé... já não penso mais, pois parece mais fácil.
Cansei de complicar, o que eu quero é simplesmente me jogar e correr atrás do pelotão de elite, mesmo sendo uma jovem iniciante que mal caminha com estas longas pernas.
E se você continua aqui procurando um sentido, sinto lhe dizer, mas... espero que seu lado abstrato seja bem composto de dialetos e significados.

Je suis fatigué!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

On the road – Furnas/ Capitólio

On the road - Rock in Rio 2017

On the road - Bahia (Praia do Forte) - Parte 3