Pular para o conteúdo principal

A Virada

E mais um ano chegou e com ele o mês de maio que, para mim, deixou de ser o famoso mês das noivas e passou a ser o mês da Virada Cultural. O centro de São Paulo dá espaço para dezenas de palcos, diversos shows, milhares de pessoas e uma energia incrivelmente louca (e parece que eu sou uma das poucas pessoas que consegue ver ou sentir). É claro que existe baderna, bêbados, mendigos que dançam confome a sua música. É claro que existe sujeira, lixo e pessoas sem educação. A Virada Cultural tem o poder de transformar a noite paulistana em um grande espetáculo de cultura, infelizmente não tem o poder milagroso de transformar marginais e ignorantes em pessoas de bem. Afinal, quem está nas ruas causando desordem são estes mesmos que, diariamente, agridem professores em salas de aula, cometem crimes no trânsito, promovem brigas em estádios e por aí vai. Eu acredito que alguns muitos se divertem ouvindo os acordes daquele som que remete um momento especial. Sinto a alegria de quem dança nas nuvens, mesmo pisando no asflato. Enxergo o brilho nos olhos daquele que admira um espetáculo de teatro a céu aberto. Não sei como uma pessoa com um tijolo baiano no peito como eu consegue sentir tudo isso, pois enquanto isso, uma grande corrente associa os problemas a gratuidade do evento, a sujeira e a baderna aos pobres e por ai vai. Preconceito mascarado ou explícito? Espero que ano que vem eu esteja tinindo trincando como no show dos Novos Baianos em... 2010 eu acho. Uma gripe me deixou de pijama, com uma caixa de lenços de papel e uma sinfonia de espirros este ano, mas 2013 se aproxima e maio já está quase no final. Mentira, maio está no começo, temos o dia das mães no próximo final de semana e muito para acontecer neste ano. Enquanto isso... semana que vem a saúde estará comigo e, quem sabe, um teatro, um show ou um cinema no Centro Cultural, ok?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

On the Road - Chapada dos Veadeiros

Olá galera bonita e descolada, viajantes e simpatizantes! Hoje vou compartilhar alguns detalhes da minha viagem para a Chapada dos Veadeiros. Desta vez, eu resolvemos aproveitar o feriado de 9 de julho (que ocorre apenas no Estado de São Paulo), para curtir as cachoeiras da Chapada.

Almécegas I - Foto by Évelin Karen
Embarcamos em um voo sábado de manhã para Brasília e alugamos um carro para chegarmos no povoado de São Jorge, na cidade de Alto Paraíso de Goiás. Quanto ao caminho percorrido, não é tão complicado chegar na Chapada, mas confesso que me perdi na saída de Brasília graças a falta de sinalização (ou seria minha falta de atenção?). No geral o acesso é fácil, a estrada é um tapete e cheia de retas. Dica: cuidado com as dezenas de radares em Brasília. 
Chegando em São Jorge deixamos nossas coisas na pousada para começarmos o passeio. Nos hospedamos na pousada Luz do Sol que fica em frente ao armazém e farmácia do povoado. Ali próximos também ficam vários restaurantes, lanchonetes …

On the road - Bahia (Praia do Forte) - Parte 3

Quem acompanha meu blog sabe que já rolou um On the road Bahia Parte 1 e Parte 2, mas desta vez eu fui obrigada a voltar para a Praia do Forte. O motivo? Eu e mais 21 pessoas ganhamos a promoção Blogueiro de Resorts da Resorts Brasil. O prêmio? O meu foi um voucher com duas diárias no Resort Iberostar Bahia, mas os demais foram para outros 21 resorts espalhados pelo Brasil. Chato, não?
Praia do Forte - Foto by Évelin Karen
Chegamos na sexta à noite e ficamos encantadas com a estrutura do local: gigante! Banda ao vivo rolando no bar, espetáculo no teatro, balada depois das 23:00... Noite bastante agitada, mas tudo que queríamos era conhecer nossos aposentos e partir para o jantar.

Uma das laterais do Iberostar Bahia - Foto by Évelin Karen

Iberostar Bahia - Foto by Évelin Karen
Achei o quarto bastante espaçoso, camas confortáveis, curti a varandinha com varal para secar as roupas de banho, frigobar com várias bebidinhas. O único ponto negativo foi que o quarto estava com cheiro de mofo.

Noss…

On the road – Furnas/ Capitólio

O destino escolhido desta vez foi um dos que estão no Top 5 do momento: Capitólio! Então no post de hoje vamos ter muitas fotos de canyons, cachoeiras e águas cristalinas deste que também é conhecido como o famoso “mar de Minas”.
Pedreiras - Foto by Évelin Karen
Já começo o post com uma dica: vale a pena ficar hospedado em Passos. A cidade é maior, você encontra mais opções de hotéis, restaurantes e comércio, logo o preço final da sua viagem fica mais baixo. Nos hospedamos no Presidente Hotel situado no centro de Passos. Ótimas instalações, café da manhã delícia, a noite serviram caldo de cortesia para os hóspedes (pra quem curte vale a pena). Se escolherem se hospedar lá lembrem-se de um detalhe: peçam um quarto que não seja virado para a rua (porque o barulho de carros e pessoas na rua incomoda bastante).
Desta vez tive apenas um final de semana para aproveitar longe de casa. O jeito foi encarar a estrada sexta a noite, chegando em Passos quase as 2 da matina. Era o que tinha em oferta…