On the road - Bolivia - Day 5: Terceiro dia de Salar de Uyuni

Acordamos super cedo no nosso último dia de tour no Salar de Uyuni: 04:30 já estávamos arrumando nossas tralhas para embarcarmos em mais um dia de aventuras. Tomamos café da manhã com panquecas, um doce de leite maravilhoso e caímos na estrada para acompanhar o nascer do sol.

Sunrise - Foto by Évelin Karen

Nossa primeira parada foi nos Geisers onde enfrentamos a maior altitude: 5200 metros! Pelo o que eu entendi, ali saem as marolinhas tóxicas do vulcão, por isso não se pode ficar muito tempo. Uma parada rápida para conhecer o lugar, tirar fotos e partir.

Geisers - Foto by Évelin Karen 


Eve nos Geisers - Foto by Hiroki


Voltamos pro jipe e em menos de meia hora já estávamos nas águas termais. Sim, ali no meio daquele frio do cão, onde as águas dos lagos chegam a congelar, existe uma "jacuzzi natural" onde os turistas corajosos sensualizam de roupa de banho, esquecem das baixas temperaturas do ambiente e se aquecem naquelas águas que parecem mais quentes que as de Caldas Novas. Nem preciso dizer que tudo aquilo parece muito louco, não?

 Águas termais - Foto by Évelin Karen

Águas congeladas - Foto by Évelin Karen 

Sol da manhã que derrete o gelo - Foto by Évelin Karen

Passamos rapidamente pela Laguna Verde, pois o casal francês precisava estar até às 10:00 na fronteira com o Chile. Nosso guia achou que não ia dar tempo, mas mesmo assim deu um jeito de dar uma paradinha para uma sessão rápida de fotos. E valeu a pena, porque a vista...

 Laguna Verde - Foto by Évelin Karen

Fronteira Bolívia/ Chile - Foto by Évelin Karen

O caminho da volta foi longo, mas cheio de paisagens que nos enchiam os olhos. Passamos pelo Valle de las Rocas e pela cidadezinha de San Cristoban onde fica esta igreja de pedra lindíssima!

 Valle de las Rocas - foto by Évelin Karen

 Igreja em San Cristoban - foto by Évelin Karen

Paisagens da estrada - Foto by Évelin Karen

Acho que foram umas 6, 7 horas de viagem no total até que chegássemos de volta a cidade de Uyuni. No final do passeio agradecemos muito nosso guia Bartolomé e o presenteamos com a chamada "propina".

Cheguei super cansada na cidade, querendo um banho quente, uma cama e embarcar logo de volta para La Paz (pois queria muito continuar minha viagem e passar uma noite em Copacabana). Porém, ao chegar na agência de ônibus onde eu tinha comprado minha passagem de volta eu descobri que: o ônibus não ia mais sair (assim como os ônibus de todas as outras empresas que vão para La Paz).

No próximo post eu conto mais sobre este drama que eu passei com o término do meu tour no Salar.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

On the road – Furnas/ Capitólio

On the road - Rock in Rio 2017

On the road - Bahia (Praia do Forte) - Parte 3